A medicina tradicional chinesa (MTC), é a denominação usualmente dada ao conjunto de práticas de medicina tradicional em uso na China. A MTC é utilizada principalmente e classificada atualmente como medicina integrativa no ocidente, com caráter complementar – não substitutivo à medicina alopática.

 

A MTC tem por princípio básico a teoria da energia vital do corpo (chi ou qi) que circula pelo corpo através de canais, chamados de meridianos, os quais teriam ramificações que os conectariam aos órgãos.

 

A MTC foi desenvolvida empiricamente a partir da experiência clínica, e documentada em muitos textos, hoje clássicos. Se fundamenta numa estrutura teórica sistemática e abrangente, de natureza filosófica.

 

Ela inclui entre seus princípios o estudo da relação de yin/yang, da teoria dos cinco elementos e do sistema de circulação da energia pelos meridianos do corpo humano. Tendo como base o reconhecimento das leis fundamentais que governam o funcionamento do organismo humano e sua interação com o ambiente segundo os ciclos da natureza. Procura aplicar esta compreensão tanto ao tratamento das doenças quanto à manutenção da saúde através de diversos métodos.

 

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Medicina_tradicional_chinesa